Tecnologia Mobile à disposição dos alunos da Ulbra Canoas e CEULP


A tecnologia está presente cada vez mais em nosso dia a dia. E na universidade, não pode ser diferente. Alunos da Ulbra Canoas, no Rio Grande do Sul e do Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP), no Tocantins, são os primeiros a ter à disposição o aplicativo de Autoatendimento Mobile, que facilitará a vida do aluno ao longo de sua caminhada acadêmica. O aplicativo foi desenvolvido pelo setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da mantenedora Aelbra, em parceria com a empresa egSYS, uma das empresas instaladas no Parque Tecnológico da Ulbratech, em  Canoas.

O aplicativo é público e gratuito e está disponível nas plataformas iOS, Android e Windows Phone, nas respectivas lojas virtuais. Através da ferramenta, os estudantes de ensino superior, digitando seu cadastro geral único (CGU) e senha, têm acesso a diversas informações como notas de todas as disciplinas cursadas, visualização de salas de aula e horários de cada disciplina, visualização da estrutura física do campus e geração de rotas de circulação, oportunidades de trabalho, entre outros. Outro diferencial são os comunicados e avisos institucionais ou dos coordenadores de curso, que serão repassados via aplicativo. A cada novidade, o aluno será notificado, sem precisar ficar atualizando páginas constantemente para ver se chegou alguma nota ou recado, por exemplo. 

Segundo Maicon Santos Cardoso, um dos desenvolvedores deste projeto, o aplicativo é de fácil entendimento e navegação. "Tanto os universitários que já têm familiaridade com as tecnologias, quanto aqueles que não são muito adeptos a elas, terão facilidade em utilizar este novo autoatendimento. Foi desenvolvido e pensado para os diferentes públicos de alunos."

Maicon reforça, ainda, que outra vantagem do aplicativo é de que funciona 100% off line. Uma vez baixado, o estudante não precisa estar conectado para ter acesso às informações que precisa.

A gerente de Sistemas do setor de TIC, Simone Pasqualon de Moura, enfatiza que o sistema é rápido e fácil, justamente para alcançar o maior público possível. "Não precisa ser um especialista no assunto para manusear o aplicativo, pois ele é muito intuitivo. É a informação ao alcance das suas mãos." 

Dentre os diferenciais do serviço Simone destaca as questões de comunicação direta entre a instituição, coordenadores e alunos, através das mensagens. Lembra também que o aplicativo opera com um serviço de notificações. "Ao receber mensagens ou novas notas lançadas ou novas oportunidades disponíveis, o aluno receberá notificações em seu dispositivo. Ao clicar na notificação será desviado automaticamente para as respectivas informações", explica. 

A versão lançada é a 1.0 e já está sendo aprimorada, garantem os idealizadores. A versão 2.0, em fase de aperfeiçoamento, disponibilizará também grupos de estudos e troca de mensagens entre professores e estudantes, dentre outras funções. Canoas e Palmas são as unidades pilotos. Porém, a intenção é que o aplicativo, seja disponibilizado para uso, a partir do primeiro semestre de 2017, às demais instituições de ensino superior mantidas pela Aelbra no Brasil.

Laira Souza
Jornalista - MTb 11.610