Desenvolvida na Ulbratech, 6ª geração do aeromóvel é apresentada


Depois de dois anos de desenvolvimento na sede da Aeromóvel S.A localizada no Parque Tecnológico da Ulbra (Ulbratech), a sexta geração do aeromóvel foi apresentada na tarde desta quarta-feira, 22 de novembro, em evento realizado no prédio 1 do campus Canoas. Durante o encontro, diretores da empresa detalharam a nova tecnologia e apresentaram um histórico da atuação da companhia no mercado, além da sua relação com o meio acadêmico.

O protótipo Geração 6 foi desenvolvido em parceria com a Marcopolo, Randon e Siemens, e dispõe de características funcionais e operacionais do sistema metroviário, atendendo a requisitos e normas técnicas internacionais dos Sistemas de Transportes Automatizados (APM), que incluem, por exemplo, ferramentas mecânicas e de segurança, além da utilização de materiais especiais contra propagação de chamas. "O sistema atende a uma norma americana de segurança e traz proteção, por exemplo, contra a dispersão de chamas e fumaça tóxica", exemplificou o gerente de Sistemas de Engenharia da Aeromóvel, Diego Abs.

Em relação ao modelo anterior, a nova geração possui diferenciais de acabamentos, acesso facilitado aos mecanismos de automação, mais facilidade de acesso do passageiro ao veículo, além de conforto e um espaço interno 10% maior do que o existente no modelo que circula hoje em Porto Alegre. "O veículo é inteligente e possui todo o sistema de controle embarcado", completou o especialista.

Durante a apresentação, além de falar sobre as características do projeto, o Gerente Geral da empresa, Eduardo Chrysóstomo, revelou a história do sistema, desde a criação do primeiro protótipo, em 1977, passando pelo desenvolvimento das linhas experimentais, da implantação de modelos na Indonésia até a inauguração da linha que liga o Trensurb ao aeroporto de Porto Alegre. "Não existem limitações urbanas que o aeromóvel não se adapte ou supere", revelou. O gestor ainda fez questão de salientar que não há paralisação no projeto pensado para Canoas, que contempla 18 km entre os bairros Guajuviras e Mathias Velho, passando em frente à Ulbra. "As nossas obrigações contratuais estão sendo cumpridas", reforçou no encontro, que contou com a presença da direção da Universidade, coordenadores de cursos, professores, acadêmicos e políticos.

Universidade orgulhosa  

O reitor da Ulbra, Marcos Fernando Ziemer, considera uma honra e um privilégio que a Ulbratech seja sede da empresa e receba uma iniciativa deste porte. "No momento em que um projeto como esse se abre para que o meio acadêmico possa usufruir dessa experiência, nós estamos ajudando a cumprir com a missão da Universidade", ressaltou.

Ziemer lembrou que acompanhou o projeto de implantação do sistema em Canoas enquanto integrante do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do município, e falou de sua relevância para a cidade. "A Universidade os acolhe, mas também quer contribuir para que esse projeto possa se desenvolver e para que possamos, através do nosso conhecimento, trazer inovação", completou.

O diretor de Inovação da Ulbra, Márcio Roberto Machado da Silva, lembrou que desde que procurou a Universidade, a Aeromóvel buscou dar continuidade ao seu projeto com o objetivo de ser uma companhia de ponta, que trabalha com tecnologia inovadora, fazendo uso da infraestrutura acadêmica. "A Ulbratech surgiu atraindo empresas que trabalhem com inovação e tenham interesse em utilizar essa infraestrutura para que seus produtos se desenvolvam, e nós encontramos na Aeromóvel uma grande parceira", completou. Após a apresentação, o grupo conheceu o protótipo do veículo, que está estacionado em frente ao prédio 1 para visitação.

Visitas técnicas seguem ao longo da semana

Ao logo de toda a semana, uma série de visitas guiadas de acadêmicos e professores estão agendadas no local. Na noite desta terça-feira, 21 de novembro, alunos da disciplina de Transporte Público do Curso Superior de Tecnologia (CST) em Logística da Ulbra Canoas visitaram o protótipo do novo veículo. Acompanharam os acadêmicos na visitação o professor titular da disciplina, Erico Michels, e o coordenador do CST em Logística, Nestor Rancich.

Durante a atividade, o grupo foi recepcionado pelo engenheiro da Aeromóvel, Júlio Detoni, que apresentou características do protótipo, falou sobre seus componentes e sobre as condições operacionais. Detoni também detalhou as rotas que serão percorridas pelo aeromóvel na cidade e respondeu perguntas dos estudantes e dos docentes.

De acordo com Michels, a atividade teve o propósito de conhecer aspectos práticos que apresentem relação com os conteúdos teóricos estudados em sala de aula. "Todos os modais de transportes são importantes e precisamos ter conhecimento deles para saber onde cada um se encaixa na construção da cidade", ressaltou o professor.

Marla Cardoso 
Jornalista Mtb 13.219

André Bresolin 
Jornalista Mtb 18.183